segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Desabafo noturno (reflexão sobre os últimos tempos)

As tragédias estão aí
Basta olharmos pelas frestas
Pena que enquanto uns sentem dor
Outros dão festas

Até pode parecer clichê
Todos falam sobre isso!
Mas a contradição humana
Tem um peso aflitivo

E tudo isso pesa muito em mim...

Dói demais ser
Ser humano
E temo contradizer:

Mas sou contraditória!

Sou humana, apegada à memória
Individual e coletiva

Passiva

Queria ajudar mais
Agir, doar...
Mas só consigo lamentar
O fato de ser pouca coisa
Pequena, uma só
Difícil de desmembrar
Mais difícil ainda de somar
Que num dia chora... importa?
E no outro mal acorda e já sorri... hipócrita?

E repito: tudo isso pesa muito!

Falo por mim, mas muitos esquecem
Que o hoje amanhã já será história
Então porque não chorar a glória
E vibrar a perda?!
Se tudo muda, vamos inverter logo todos os valores!
E quem agüentaria?
Quem sorriria num abismo?
E se naquela mesma festa simultânea
Alguém chorasse ao lembrar da dor da perda?
Faria sentido?

“Só sei que nada sei”

2 comentários:

  1. RADIO GOSPEL MUSIC LIFE http://crescerevencercomjesus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei do texto...vou passar a acompanhá-la por aqui.

    BJ

    ResponderExcluir