sábado, 29 de março de 2008

Livreto caseiro

Queria escrever
O que nunca foi escrito.
Queria dizer
O que nunca foi dito.
Mas como “para bom entendedor
meia palavra basta”
Não escrevo e nem digo: repito.

Salve os ditados populares!
Salve a vida, salve os ciclos!
Salve as meninas, salve os meninos!
Salve a terra, salve os rios!
Salve todos os poetas deste mundo:
Os bem vivos, os meio vivos e os moribundos.

Salve as Creusas, salve as Neusas,
Salve as mulatas desse Brasil!
Salve as cores, salve as raças, salve os brancos e os tizios!

Salve, Salve!
Salve, Salve: antes tarde do que nunca!
Salve, Salve!
Salve,Salve: quem não fere não se machuca!
Salve, Salve!
Salve,Salve: saiba inventar...

e não morra de fome nunca!



MLK Em 12/03/06

3 comentários:

  1. o verdadeiro sabor está nos cheiros que se tocam entre olhares sentidos

    A SEIVA

    ResponderExcluir
  2. http://faltadeinspiracao.multiply.com/journal
    aqui, lindinha!

    bjokx

    ResponderExcluir
  3. É quase uma oração dos poetas!!
    Viva a labuta diária da (ins)piração.
    Boa semana.

    ALBERGUE MENTAL
    http://caioalbergue.blogspot.com

    ResponderExcluir